08 março 2007

Sou do Contra

Quando FHC estava no poder eu o criticava em bases diárias. Eu dizia que aquele negócio de reeleição era um ataque à democracia, que o aumento dos juros e da exposição cambial para combater a inflação era uma estratégia caríssima e que a ALCA era a entrega do Brasil aos americanos. Achava um absurdo a crítica e a depreciação pública dos servidores, mas a gota d'água foi o ataque da Polícia Federal contra a Roseana, além da "paulistada" ter impedido o Tasso de ser o candidato à presidência pelo PSDB.

Com o Lula no poder não tem sido diferente. Eu acho estes esquemas do Mensalão e do Bolsa Família montados pelo José Dirceu infames para a democracia, um absurdo o Lula desperdiçar a chance histórica de crescimento que estamos tendo, patinando na incompetência dos companheiros, e a política externa do PT nos mostra como fracos negociadores e nos enfraquece a ponto do Paraguai querer nos extorquir também. Acho um absurdo dizerem que tudo é culpa das elites e o papo de "nunca antes neste país". E convenhamos, nem ele mais é pobre e tampouco pai dos pobres - pelo menos um dos seus filhos já é milionário.

Já estou cansado do Lula. Quem será o próximo presidente que irei criticar? Ou talvez já seja hora de mudar de atitude? Tem um amigo meu, aliás, bem mais bem sucedido que eu, que diz que sou muito crítico. Ele é muito mais esperto que eu. Quando o FHC estava no poder ele era FHC e agora ele é Lula. Outro dia, ele quase virou gerente de uma divisão... Segundo ele, só perdeu o posto porque um outro gerente conheceu biblicamente a gerente que arrematou o cargo, e liderou a campanha vencedora. Claro que ficou aborrecido, mas vivia de gentilezas com a mulher e quando o referido gerente chamou-o para tomar um vinho e avaliar se a mágoa lhe teria criado mais um inimigo, ele foi, feliz e animado. Resultado: está pronto para a próxima oportunidade que pintar.

No governo anterior, vimos pessoas ligadas ao PSDB enriquecer e prosperar. Desta vez, é a chance da turma do PT. Eu diria que a melhor estratégia é sempre ficar na turma que está no poder. E é melhor para o país assim. É até patriótico. Afinal de contas, se vocês pensarem bem, de que é feito um partido? Eu diria que de um terço de idealistas que enxergam o mundo cor-de-rosa, um terço de invejosos e críticos como eu e um terço de administradores de interesses e gerentes de egos.

Quando um partido está na oposição, a proa é liderada pelos invejosos e idealistas como a Heloísa Helena, mas quando ele chega ao poder os homens que estavam no porão, como o José Dirceu, sobem ao convés para comandar e são confrontados pelos idealistas alienados, agora críticos do próprio partido. Ele precisa mesmo é de adesistas, daqueles que sempre estarão por cima - e é aí que entra o meu amigo. Ele e outros como ele ajudarão o partido a manusear o timão, porque os que assumiram o navio são marinheiros de primeira viagem.

Este é um mundo complexo onde às vezes mais vale um corrupto competente do que um santo incapaz de governar. Neste aspecto, até que não estamos mal de presidentes, pois os dois últimos são daqueles que preferem administrar interesses e gerenciar egos. Podia ser pior se o atual presidente tivesse uma inveja mortal das elites ou se fosse um revolucionário idealista e iconoclasta que preferisse nos fazer regredir às cavernas para começar tudo de novo. É, podia ser bem pior.

61 comentários:

André disse...

Ápenas um comentário: FHC era um corrupto competente, Lula é um corrupto absolutamente incompetente. O resto é maquiavelismo terceiro-mundista.

Blogildo disse...

Essa divisão entre invejosos, idealistas e pragmáticos administradores de interesses é o que parece manter o equilíbrio. Se não fosse isso o Brasil uma grande Cuba.

Deixei de acreditar em partidos e governos há algum tempo. Creio que todo e qualquer governo é essencialmente mal. Logo, dou de ombros e toco o barco.

Não chego a ser um alienado em política. Mas penso que quando um governo não faz nada, já está rendendo o dobro!

The Executive Officer disse...

E por falar em adesistas:

Lula quer o jornalista Franklin Martins p/ a área de comunicação, no lugar do André Singer. Franklin sempre foi o puxa-saco extra-oficial do PT, agora pode vir a ser o oficial. Me lembro q no auge dos escândalos de 2005 ele dizia q as CPIs "até agora só fizeram sabão" ecoisas do tipo. Ele sempre foi em cima do muro, sempre adulou governos (já era assim antes do PT chegar em 2002) e sempre fez aqueles comentários cuidadosamente calculados, anódinos e monótonos, q permitem uma adesão a qualquer lado, a qualquer momento. É o arquétipo do homem "isento" e "equilibrado", muito comum por aí.

Anônimo disse...

essencialmente mal ou essencialmente mau?
maaaaaaau sapao

Heitor Abranches disse...

Dizem as más linguas que o Chinaglia está preparando uma Reforma Política onde está incluída o fim da reeleição para a presidência da República....Uma vez aprovada, depois seria consultado os juízes do Lula no Supremo que diriam que é constitucional que ele concorra uma vez pelas novas regras....

Anônimo disse...

"anódinos e monótonos"
"arquétipo do homem"
o nivel esta subindo por aqui
tive ate q procurar anodino no dicionario
hi hi hi

Anônimo disse...

depois seria consultado os juízes do Lula
ou
depois seriaM consultadoS os juizes do Lula
maaaaaaauuuuuuuu sapao

Blogildo disse...

Ops! Mau sapão! É essencialmente mau! Ou essencialmente um mal. Foi mal! rsrsrsrs!

Valeu, ô anônimo de 09/03/07 09:44!

Heitor Abranches disse...

Acho que vale a pena comentar sobre o significado da visita de Bush para o Lula. O Bush está reconhecendo que os EUA percebem o Brasil como um parceiro importante para se contrapor a Chavez na América Latina. O Brasil e Lula, por outro lado, percebem que podem lucrar com esta posição ambígua onde mantém o diálogo com a Venezuela e com os EUA...Vamos ver se desta vez o Lula aprende a fazer política internacional tão bem como ele faz a política partidária. Burro ele não é aliás muito pelo contrário...Não podemos deixar de ver que ele passa por um momento de poder e prestígio singulares. Prestígio internacional e domínio do Congresso....Tá com tudo na mão o filho da puta.

Catellius disse...

Ótimo post, Heitor,
Quando eu era moleque, achava o Geisel legal, afinal a minha professora dizia que ele e Médici, por serem gaúchos, eram um orgulho para o Rio Grande do Sul. Então o primeiro presidente de quem não gostei foi o Figueiredo, o truculento que mesmo quase morrendo, em Cleveland, ainda arranjava forças para vociferar que a primeira coisa que faria regressando ao Brasil seria dar um soco na cara de alguém - possivelmente do Aureliano, que parecia confortável demais na cadeira presidencial. Eu também não suportava o Sarney (escondidinho, na imagem deste post, entre o Lula e o Itamar, como prêmio pela sua insignificância), uma verdadeira unanimidade - desairosa unanimidade. Ele que sempre foi de direita, tentou implantar um comunismo todo especial, que era transformar o Brasil em um grande Maranhão, com falta de comida, falta de educação e o escambal. Eu não gostava do Collor e acompanhei do Oriente Médio todo processo de impeachment com semanas de defasagem, a partir de jornais velhos recolhidos na embaixada do Brasil em Amã. Retornei ao país já na era Itamar/Plano Real. Senti o mesmo que você em relação à reeleição de FHC e à sacanagem que ele arquitetou na época do crash asiático. Do Lula nem se fala... Precisaremos de mais quatro anos de blog para deixar claro os motivos pelos quais não vamos com a cara dele. Será que gostaremos do Aécio ou da Marta (vixi)? Duvido. Não deveríamos gostar tanto ou desgostar tanto de um presidente. Se os poderes fossem realmente independentes, o chefe do Executivo não apareceria tanto, não discursaria tanto, não seria tão "criativo" como este nosso Eneadáctilo.

Blogildo disse...

Só quatro anos de blog, Catellius? Você é um otimista! Rsrsrs!

André disse...

Itamar, Itapior...

Sarney adoraria mesmo transformar o Brasil num grande Maranhão. Aquela região de vastos desertos e charnecas (ops!)...

Marta Suplicy? Vade retro... Acho q vai dar Aécio ou algum pelego de novo.

Há 4 Poderes no Brasil: Executivo, Legislativo, Judiciário e o Dinheiro. Sendo que o quarto não precisa de nenhum dos três e todos precisam dele.

Mas já evoluímos. Na ditadura, os 3 Poderes eram o Exército, a Marinha e a Aeronáutica.

Pois é, o filho da zona de meretrício está com a faca e o queijo na mão.

Tenham um ótimo final todos vcs, colaboradores, admiradores -- e também odiadores!

Heitor Abranches disse...

É isto aí Blogildo. Outro dia, eu estava lendo que a juventude bem formada da Bolívia, da Venezuela e da Argentina estava emigrando para a Europa muitos deles aproveitando seus passaportes como descedentes de imigrantes da região. Enquanto isto, Buenos Aires está virando uma verdadeira La Paz com a emigração da juventude educada urbana da Bolívia. Estes governos de esquerda são péssimos para quem tem formação e educação pois se eles ficam nos países eles correm o risco de irem para um campo de concentração ou terem que ser chefiados por algum político do partido, truculento e ignorante. Talvez, ainda seja tempo de pensarmos na Austrália, no Canadá, na Europa ou até nos EUA. Eu tinha um grupo de amigos dos quais 50% já foram embora...E olha que o Brasil não está tão mal assim.

André disse...

Eu se um dia tiver uma oportunidade, ou fizer uma, me mando pra Austrália, terra do Wallaby e do Great White Shark.

Ricardo Rayol disse...

Cara é o seguinte. Não pe ser do contra. É ser contra a safadeza que grassa nesse país. Independente de partido. O poder é um baú de riquezas inesgotáveis que todos fazem o possível para meter a mão até se passarem por socialistas. Agora, se entendi bem, você está dizendo que é melhor um corrupto competente do que um santo incapaz. O corrupto só será competente pra roubar. Ou então você deve ser malufista, nesse caso calo a minha boca.

Simone Weber disse...

Viva Heitor!
Apreciei imenso a imagética náutica e o chistoso "não é mais pai dos pobres - pelo menos um dos filhos já é milionário".
Julgas que a negociação sexual não ocorreria em ambiente de trabalho essencialmente masculino. Talvez não, efetivamente.
Como o Ricardo, senti-me incomodada com teu "mais vale um corrupto competente do que um santo incapaz de governar". Temos exclusivamente estas alternativas? Rejeitar um santo incapaz implica aprovarmos um corrupto "competente", que usará este talento em proveito próprio, de preferência?
Silke Pfeiffer, diretora regional das Américas da Transparência Internacional, organização que se dedica ao combate à corrupção, disse, em entrevista à rede BBC que “Se olharmos o comportamento dos eleitores em relação a deputados, senadores, etc., não podemos dizer que os eleitores puniram candidatos com acusações de corrupção. Quase 20% de todos os candidatos a deputados federais eram acusados de corrupção, o que é um número dramático. Esperávamos que os eleitores brasileiros punissem sistematicamente esse tipo de comportamento, mas isso não tem acontecido.”
Para ela, é necessário “mostrar aos eleitores que a corrupção não é um mal necessário e que pode ser combatida”. “Temos que mostrar que ‘rouba, mas faz’ significa na verdade ‘rouba, mas faz miséria’”.
Abraços a todos

Catellius disse...

"penso que quando um governo não faz nada, já está rendendo o dobro"
Ótimo

"Sendo que o quarto não precisa de nenhum dos três e todos precisam dele."
Ótimo

"depois seriam consultados os juízes do Lula no Supremo que diriam que é constitucional que ele concorra uma vez pelas novas regras"
E o pior é que o país inteiro se revoltaria mas não faria nada. Os estudantes e sindicatos, que poderiam orquestrar as passeatas de protesto, são lulistas e até apoiarão um terceiro mandato. Depois Lula tentará ganhar o Nobel da Paz na marra, como o Jimmy Carter, e pleiteará sua canonização em vida junto ao Vaticano.

"Eu se um dia tiver uma oportunidade, ou fizer uma, me mando pra Austrália"
É isso mesmo. Nesta época de globalização e internet tanto faz morar em São Paulo quanto no Japão. Tenho certeza que você continuaria, da Austrália, lendo sobre as patuscadas do Lula e descendo o pau nos "petralhas" e na "tucanada" aqui no Pugnacitas, he he. A própria Patrícia de NY atua mais no debate político brasileiro do que a grande maioria dos que aqui vivem.

Simone, não acho que o Heitor esteja apoiando o "rouba mas faz". Ele fez uma constatação. O incapaz pode malversar recursos, jogar no ralo mais dinheiro até do que o corrupto roubaria em seu lugar, pode deixar tudo paralisado por inabilidade política. Sofremos um pouco isso durante o governo Cristóvam, não? Mas é lógico que se a corrupção do candidato se tornar conhecida ele deve abandonar a campanha e ir para trás das grades.

Heitor Abranches disse...

Bem, vamos ser francos...Eu sou basicamente um invejoso...A única coisa que diminui a inveja é ter inveja de um grande homem como alguém que chega à presidência da República. Como me disse alguém certa vez, todo mundo que galga altos cargos têm méritos...O Lula certamente tem os deles. Lidar com pessoas deve ser realmente a coisa mais difícil do mundo, deve ser mais difícil do que física quântica e aparentemente este Lula é um dos caras que ganharia um prêmio Nóbel disto, portanto, é preciso muito jogo de cintura e carisma para estar onde ele chegou e como ele chegou...

André disse...

O Ricardo Rayol está certíssimo: a gente tem q ser contra a safadeza, e isso independe de partido.

Pra onde quer q eu vá, continuarei lendo sobre o Brasil e colaborando na medida do possível e do impossível com o Pugnacitas.

Lidar com física quântica e matemática pura é mais fácil do q lidar com pessoas. É o q eu acho.

Ah, eu também sou um invejoso, e às vezes isso nem depende da grandeza do invejado. Acho q é o meu pior defeito, dos q eu conheço. Acho q o pior é ver gente incapaz, burra, bitolada e convencional subir na vida (e agora não estou me referindo ao Lula). Enfim, pessoas q sem muito esforço ou só com o básico sobem muito, muito mais do q outras, infinitamente mais inteligentes, criativas e capazes. Claro, há os apadrinhamentos, o pistolão...

Well, life is unfair.

Catellius disse...

André,
Acho que tudo isso é verdade, mas existem diferentes aptidões. Aquele talento que exige introspecção e recolhimento, como o do misantropo aquarelista de orquídeas, que dificilmente terá traquejo para comércio e para jogadas financeiras, e aquele talento para os negócios, para ganhar dinheiro mesmo - afinal existe uma ciência para isso. Este, será falso e puxa-saco, por exemplo, se isto o ajudar a subir de posto. Quando, porém, alcançar seus objetivos, poderá virar um diletante da arte, um conoceur de culinária ou ópera, ou um bronco mesmo, mais interessado em ganhar cada vez mais dinheiro - o que é o mais provável.

André disse...

Diletante e com grana, é isso aí. E conoisseur.

Mas os conoisseurs são raros. Quanto aos broncos com dinheiro (conheço manadas...) fiquei sabendo de um casamento em Brasília, isso tem umas duas semanas, envolvendo famílias ricas daqui (empresários um deles do ramo da construção civil, não sei quem), onde a música de entrada da noiva foi uma do Fábio Jr. E depois tocou Roberto Carlos direto. E esse foi só o começo da breguice.

Catellius disse...

"conoceur" foi fogo.

o certo mesmo é connoisseur - se usarmos a forma anglo-saxônica - e o termo se aplica às artes plásticas e culinária, portanto a ópera está de fora, ou connaisseur, se quisermos usar a palavra original francesa.
abração

Bocage disse...

valeu Heitor
gostei de ver como és livre, nem preso a esquerdistas nem a direitistas.
não suporto maniqueístas.
porque todos maniqueístas são do mal, rsrsrs

PATRICIA M. disse...

"Senti o mesmo que você em relação à reeleição de FHC e à sacanagem que ele arquitetou na época do crash asiático."

Catellius, qual foi a sacanagem? A desvalorizacao da moeda? Todo mundo sabia que o real ia ceder... Quem nao fez hedge se ferrou, mas problema mesmo das empresas que nao fizeram... Oras oras, esta no mercado eh para se queimar... Ou nao? Apostou, perdeu, ferrou...

PATRICIA M. disse...

Heitor, so nao saiu do pais quem eh louco varrido e acredita em milagres... Aqui nos EUA esta muito bom, so te digo isso... E viva Jorgibushi, abaixo Lulla!

Catellius disse...

Patrícia,
A sacanagem foi segurar o Real valorizado artificialmente por motivos eleitoreiros, para desvalorizá-lo em uns 50% de uma vez, no início de 1999. O próprio FHC reconheceu que agiu muito mal, que o melhor momento para desvalorizar o Real teria sido na época em que o País tinha gordas reservas cambiais. Claro que, segundo ele, foi um erro de avaliação. Para o resto do país, claro que o "erro" favoreceu sua reeleição. O segundo mandato começou, assim, da pior maneira possível. Mas tudo isto não teria acontecido se ele não tivesse vendido a alma ao diabo por causa de mais quatro anos no poder. Pouco depois, em abril, acho, FHC conseguiu emplacar a tal CPMF, cujo "P" deu sorte de nascer como "provisório" e continuar como "permanente", sem alterações na cabalística sigla.
Mas claro que o FHC foi melhor do que o Lula.
Abraços

Patricia M. disse...

Sabia que mesmo na epoca da megadesvalorizacao o FMI achava que havia jeito melhor, que era melhor deixar o cambio fixo? O FMI!!!! Iamos acabar feito a Argentina, com calote. Eu acho que a equipe economica da epoca foi no minimo brilhante, e so temos essa situacao hoje em dia por causa deles. Houve varios fatores envolvidos, ate concordo que reeleicao foi um deles, mas nao foi o unico, e muito menos o mais importante deles. Ah, a CPMF foi criada em 96, beeeem antes da crise asiatica... Hahahahaha.

Patricia M. disse...

E Catellius, *qualquer um* consegue ser melhor que o Lulla. Isso nao eh nenhuma vantagem...

Catellius disse...

Enganei-me, realmente. É que ela foi e voltou, mudou de nome. Ela passou a vigorar em janeiro de 97, apesar da lei ser de 96. A CPMF foi extinta em janeiro de 1999 e foi reestabelecida em junho de 1999 - aí que me enganei, achando, inclusive, que retornara em abril.
Claro que a CPMF não tem nada a ver com a crise asiática.

Catellius disse...

ps. mudou de nome porque pode ser considerada a substituição do Imposto Provisório sobre Movimentação Financeira (IPMF), criado em 93 e extinto em 94. E quando a CPMF foi extinta, o IOF assumiu seu lugar até junho.

Anônimo disse...

isso. a CPMF substituiu o IPMF.
a equipe econômica daquela época era uma elite, mas não tão brilhante assim. brilhante, claro, comparada ao que temos hoje.

Anônimo disse...

patrícia, você é muito deslumbrada. vive falando sobre como vive bem nos eua, sobre como é bom respirar o ar supostamente mais civilizado aí e pensa que só porque saiu do país qualquer um pode sair. fala como se fosse fácil. faz de tudo para parecer uma cosmopolita descolada de 1º mundo. esse complexo de vira-lata é cansativo.

é óbvio que o governo fhc foi muito superior ao lula. até itamar franco foi melhor. a sacanagem que fhc fez foi muito bem explicada por outro comentarista, Cattelius. você acha que quem não fez hedging se ferrou. mais uma vez, fala como se fosse simples, "ah, você não fez um hedge? então danou-se". conheço muita gente boa aqui no Rio que trabalhava com importação e que quebrou por causa do que aconteceu em 1999. e não eram idiotas, nem inexperientes. ninguém pode viver completamente prevenido quando o assunto são negócios.
o mundo é bem mais complicado do que você imagina.

antônimo disse...

Triste para esse país, a perda de cérebros como o do Sr. Abranches e do Sr. Catéquitus. Rezo para São Serapião para que não deixe a nossa terrinha desfalcada dessas sapiências. Valha-me Deus! Já me falta o ar!! Dos talentos perdidos como o da Patricia M, só nos resta as
lástimas mais profundas de pesar.

Heitor Abranches disse...

A desvalorização cambial era algo previsto. Não se sabia como seria. Suave ou abrupta. Alguns apostaram em suave e quebraram e os que apostaram em abrupta tiveram lucros milionários.

anônimo disse...

Perguntas Básicas para Heitor Abranches:
.Chávez é um ditador? Ditadores são eleitos em votações expressivas?

.Chavez é truculento? Demonstre isso? Quais são seus crimes?

.Gostaria de saber aonde está ocorrendo ou ocorreram celebrações para revoluções que as pessoas não entendem?

.Porque você cita Deng Xiao Ping, a Revolução Francesa, Napoleão e não estabele nenhum nexo entre eles.

.Porque você pensa que Akhenaton foi revolucionários? Andou assistindo alguma versão estilo Discovery Channel?

.Porque você insiste em escrever sobre assuntos de que não entende?

Entenda Heitor Leitor: Você não é um autor é apenas um Blogueiro.
Mas não tem problema; a platéia aplaude assim mesmo. Qualquer tolice faz sucesso. Você assiste o BBB 7?

Heitor Abranches disse...

Anônimo Petralha,

Antigamente, na década de 70, o que vc faz chamava-se de patrulhamento ideológico...Na dúvida, pergunte para algum tio mais velho da turma do Dirceu que ele lhe explica.

Catellius disse...

A invasão dos anônimos!
Este último parece se destacar dos anteriores por pelo menos uns 10 anos de estudo, mas deixemos para lá. Este detalhe não muda suas perguntas.

Deixe-me responder pelo Heitor:

1 - "Ditadores são eleitos em votações expressivas?"
Hafez al-Assad, o falecido democrata sírio, alcançava quase 100% de votos durante as eleições.

2 - "Chavez é truculento? Demonstre isso? Quais são seus crimes?"
É, beliscar o Kiko não é suficiente para classificá-lo como truculento.

3 - "Gostaria de saber aonde está ocorrendo ou ocorreram celebrações para revoluções que as pessoas não entendem?"
Os gaúchos comemoram a Revolução Farroupilha, derrotada pelo poder imperial, e entendem tudo sobre ela.

4 - "Porque você cita Deng Xiao Ping, a Revolução Francesa, Napoleão e não estabele nenhum nexo entre eles."
A relação entre Napoleão e Revolução Francesa? Não há nenhuma, obviamente! Quem inventou tamanho disparate? Já o china tem tudo a ver com Napoleão. Ambos são baixinhos.

5 - "Porque você pensa que Akhenaton foi revolucionários? Andou assistindo alguma versão estilo Discovery Channel?"
Realmente, Akhenaton não poderia ser mais de uma pessoa ao mesmo tempo, pois ele, singular como queria que fosse o divino no Egito, não poderia ser revolucionárioS mas no máximo um revolucionário.

6 - "Você assiste o BBB 7?"
Ele só assiste o BBB 2, do DVD que saiu nas bancas.

Só não entendi por que alguém deixaria de ser autor só porque é blogueiro. Mas o resto de suas perguntas foi magistral. Parabéns.

Caro Antônimo,
Escolheu um bom nome para comentar neste post "do contra".
Para qual Serapião você reza? Para o de Alexandria, de Antioquia, para o inglês, para os outros tantos compilados pelos hagiógrafos? Acho que o Serapião Escolástico é aquele a quem os crentes imploram por inteligência, assim como é para a nossa senhora da saúde que rezam os doentes de toda espécie.
Mas acho que você está rezando para o Serapião certo, ou na dúvida todos foram convocados a sacudir o pó e atender seu pedido, pois nunca mais me ocorreu largar tudo para tentar a vida no exterior. Graças ao seu deus estou muito bem por aqui.
Obrigado.

André disse...

Anônimo...

Chávez, entre outras coisas, frauda eleições e rastreia parte dos q votam contra ele, os quais perdem seus empregos e também são atacados, às vezes mortos. Quase, quase um Hafez Al-Assad, a “raposa” síria.

Vc é uma das pessoas q celebra revoluções e nem sabe porque o faz.

Estabelecer nexo? Pra bom entendedor, meia palavra basta.

Guardadas certas proporções, Akhenaton foi um revolucionário.

Por quê você insiste em comentar o que não está à sua altura?

Há blogueiros medíocres, outros q merecem ser chamados de autores e gente sem conseqüência na vida, como vc.

As bençãos de São Serapião - e a maldição de Catéquitus - sobre vc.

Catellius disse...

E tem um anônimo mais para trás que deve ser o Eleitor, que morre de amores pela Patrícia. Mas será que ele falaria mal do Lula apenas para não ser reconhecido?

PATRICIA M. disse...

Catellius, estou cheia de fans... Estou pensando em montar um fan clube, a pedidos, hahahahahahaha.

PATRICIA M. disse...

Anonimo das 14:59 (e no fundo acho que voce eh um so):

Eh mesmo? Quebraram foi? Aposto que tambem acharam que a Argentina nao ia desvalorizar o cambio... Como disse o Heitor no comentario logo abaixo, a desvalorizacao era prevista. A nao ser para os que NAO estudaram macroeconomia. Mas eu entendo que grande parte dos "empresarios" brasileiros (e dono de padaria se chama de empresario) nunca nem viu banco de escola, e se mete a abrir empresa, e se ferra. Ainda mais num ambiente pra la de corrosivo como no Brasil.

Eleitor disse...

Me incluam fora dessa!!!Prometi a mim mesmo e esta escrito lá no meu blog que eu não comento mais em Blogs de direita. Isso não impede que eu leia os Posts e os comentários impagáveis que são publicados aqui. Coisa que faço há bastante tempo.Saudações do "inimigo"

PATRICIA M. disse...

Eleitor:

;-)

Eleitor disse...

Patricia M:


;-)

Preciso estudar essa linguagem. Que código será esse? Será Cobol antigo?
Será Cubase? Será Cubolas?
Talvez São Catellius possa me ajudar.
Ou quem sabe, Santo Onildo. O irmão Jurássico não sai daqui. Agora sou tomado por essa dúvida que assombra minh'alma.

PATRICIA M. disse...

Eleitor:

Hahahahahaha. Eh uma piscadela de olho para voce... Nao esquenta, voce continua o inimigo numero 1! Sempre no topo da lista!!!! Ninguem vai tomar seu lugar, garanto... Abracinhos!

;-)

Heitor Abranches disse...

Tá rolando um clima...

Isto aqui não é site de namoro, não...

Fico imaginando as brigas do hipotético casal...

Seu esquerdista bakuniano...

Sua malufista...

rsrsrsrs

Bocage disse...

"minh'alma"

rsrsrs
Eleitor é evangélico/carismático?
Em toda música crente/católico-crente chega em certo compasso o "minh'aaaaaaalma".
Conhecemos afinal mais uma das razões que levam o Eleitor a não gostar daqui, mesmo quando se critica o diabólico FHC?

Catellius disse...

Heitor,
Deixa eu reescrever para a Patrícia não achar que você a está chamando de malufista, he he:

Fico imaginando as brigas do hipotético casal:

- Seu esquerdista bakuniano!
- Sua malufista!

Heitor Abranches disse...

rsrsrs..

Melhor escrito, mesmo.

Anônimo(O legítimo) disse...

Sr. André,
Respondeu tudo errado, vai ficar de recuperação e pior; vai pro inferno, por usar o nome de Catéquitus em vão.
Seu herege!!!

Eleitor disse...

Ah! Então os Jesuítas estão se divertindo. Pois fiquem sabendo que o Blogildo é patrono do meu Blog e a Patrícia M é minha musa inspiradora.
Essa dupla devia ser excomungada desse Blog, caso não fossem os proprietários do mesmo. Fora Catellius!! Fora Abranches!! Fora Maluf!!

Eleitor disse...

Prezado Bocage:
Eu não disse que não gosto daqui. Só não sou bobo de entrar aonde já sei que eu vou apanhar em massa. Agora: criticar FHC é obrigação Moral e Cívica. Devia ser ensinado nas escolas para as novas gerações. Eu já estou ensinando minha filha:
Ta vendo esse monstro aqui?(Mostro FHC) fez papai tomar dois ônibus para ir assistir suas aulas na escolinha dele. Ta vendo esse monstro aqui?(Mostro FHC de novo) fez papai ler vários livros dele, explicar tudo para as outras
crianças e depois mandou esquecer tudo que ele havia dito. Ela chora:
Monstro malvado!! Me sinto meio culpado, mas com a sensação do dever cumprido

Bocage disse...

Esqueça tudo o que FHC disse e o que Piaget escreveu e invista no adestramento de crianças, método eficaz também para ensinar ursos a dançar sob as fortes luzes do picadeiro. Ao invés de um naco de favo lambuzado de mel, um belo chocolate toda vez que o infante enxergar a imagem de Stalin.
Agora está explicada a "boa educação" dos cubanos. Choque, quando há energia, e banana, quando há quem a plante e comercialize. O homem livre, todavia, prefere virar alimento de tubarão a render culto a Fidel, aceitável apenas quando se está em um agradável apartamento em Paris, como é o caso do Chico Buarque.

André disse...

Os extremos se namoram. Ou às vezes nem isso: um extremo se enamora de outro q nem extremo é.

Fora do emocional/afetivo, já pensou, casar o Capital com o Proletariado? Rockfeller com Lênin?
Ia ser o samba do sindicalista doido.

"O homem livre, todavia, prefere virar alimento de tubarão a render culto a Fidel, aceitável apenas quando se está em um agradável apartamento em Paris, como é o caso do Chico Buarque."

É isso aí, Bocage

E eles não falam só "minh'alma", falam também "hosana, hei!, nas alturas!" e "amém, amados!"
E todos se regozijaram: Absalão, filho de Jeroboão, vizinho de Elesbão (Esdras, 15, 16).

Só rezando muito para São Catéquitus, Primeiro Entre os Caídos, Lorde Protetor do Inferno da Razão, para escapar do Paraíso.

PATRICIA M. disse...

Malufista??? Hahahahaha, confesso que prefiro o Maluf `a Marta... Hahahahahahaha. Mas agora eles estao mancomunados, de maozinhas dadas... Que triste!

Patricia M. disse...

Ei, eu nunca pensei que defenderia o Eleitor na minha vida, mas voces pegaram no pe dele injustamente... "Minh'alma" eh uma expressao um tanto poetica, bonita mesmo... Nao concordo com a classificacao de evangelica... Voces nao gostam de poesia?

Eleitor disse...

Oi querida Patrícia:
Os intrigantes não se cansam de tentar enlamear minha reputação, embora não tenha nenhuma. Não cansam de me provocar para ver se eu falo... você sabe, aquelas coisas que nós esquerdistas empedernidos gostamos de falar. Não! Nada disso! Não caio mais nessa armadilha. É como brigar com uma turma; você até acerta algum, mas no final levou uma surra. Tenho que admitir que ficava procurando briga nos Blogs dos "inimigos" e me deleitava com a ativação da Moderação dos Comentários. Esse era o pequeno Eleitor. O pequeno Eleitor iria ter um "repelão dos Nervos" com o texto(acima)do Sr. André. O grande Eleitor compreende os caminhos nebulosos da razão humana. Agora que Santo Onildo me iluminou e São Catellius me esclareceu, sou outra pessoa. Vou usar outros métodos para leva-la para a minha casa. Opa! Ato falho. Quis dizer minha causa. Gosta de poesia? Vou mandar uma para o seu Blog. Fique tranqüila, nada de poetas esquerdistas. Saudações do “inimigo”

PATRICIA M. disse...

Ta publicado Eleitor... Se voce atacou de Guimaraes Rosa, pegou no meu ponto fraco... Hahahahahahaha.

PATRICIA M. disse...

Tem outra coisa... Sempre tentei ser justa. Nao admito injustica. E acho que erraram na (pesada) critica ao "minha'alma"... :-)

Eleitor disse...

:-)

Fábio Max disse...

EU teria escrito esse "post", linha por linha, virgula por vírgula, é exatamente o que penso!

Saímos de um governo desastroso(FHC) para entrar em outro igual... e as quadrilhas se refestelando...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...