23 janeiro 2007

Minha Inveja dos Petistas

Outro dia eu estava desfiando o meu ódio aos petistas falando da minha decepção por ter sido ludibriado pelo Duda Mendonça e votado no "Lula Light" e acreditado na Esperança, acreditado no Bolsa Família e que o PT merecia chegar ao poder por representar uma força em luta pela democracia, pela ética na política e pela justiça social. Enfim, todo esse discurso que a classe média esforçada e mais ninguém têm a tendência a acreditar. Daí, falei do Mensalão, do projeto autoritário de poder do José Dirceu e da dinossaura centralizadora e estatizante da Dilma. Quando eu falei que lamentava que os militares não tivessem liquidado essa turma o meu interlocutor se enfureceu e desligou o telefone.

Liguei novamente e argumentei que todos eram iguais e, como dizia nosso amado líder, "política é pôr a mão na merda" e que o que me enfurecia é que o que diferenciava uns dos outros era apenas o discurso. Uns se diziam bonzinhos enquanto outros eram mais mauzinhos. Tentei argumentar que aqueles que se diziam bonzinhos mas que agiam como os outros eram piores porque nem se assumiam e ainda supunham poder enganar aos outros com um papinho furado esquerdista. Não obtive sucesso. O meu interlocutor continuou irritado com a minha ira.

Daí, tentei buscar algo que o apaziguasse e acho que encontrei. Acho que descobri o que mais me irrita nos petistas. Acho que o que me irrita neles é a minha inveja deles. Afinal, pensei bem, como foi a trajetória de vida de alguns deles? Começaram como líderes estudantis com aqueles papos contra os Estados Unidos e a favor de Cuba, e os mais bonitos e carismáticos iam encabeçar as chapas dos grêmios comendo as menininhas enquanto se diziam moderninhos. Eles não se viam como a futura elite mas como os futuros salvadores do mundo. Aqueles que levariam o mundo em direção ao paraíso socialista.

Fiquei pensando nestes politicamente bonitinhos da UNE que direta ou indiretamente podem estar participando das fraudes das carteirinhas de estudante que todos têm mas que enchem os cofrinhos dos futuros salvadores do mundo. Daí, a carreira continua e de líder da UNE pode-se ascender a cabo eleitoral, assessor de gabinete ou até mesmo a parlamentar ou prefeito do PT ou de algum outro partido de esquerda.

Mas o que me mata de inveja mesmo é que eles chegam à elite, têm maravilhosos apartamentos funcionais em Brasília, salários fantásticos, às vezes trabalham em ONGs com objetivos humanitários juntamente com gordos pró-labores, e gozam de um estilo de vida de classe alta sem algo incrível: Eles não têm de suportar a culpa de ter lutado para chegar aonde chegaram em nome de si mesmos, de suas ambições pessoais e de suas famílias. Eles podem usufruir sem culpa tudo o que a alta burguesia usufrui, sem terem sido egoístas, sem terem tido de passar por cima de alguém um dia, porque eles são os bonitinhos salvadores da humanidade. Eles gozam do estilo de vida da alta burguesia mas em troca dão o Bolsa Família para a ralé e a esperança de uma vida melhor. Portanto, eles conseguiram chegar ao paraíso socialista, o gozo sem culpa da vanguarda do proletariado. Como eu tenho inveja disto.

39 comentários:

Catellius disse...

Heitor

"Quando eu falei que lamentava que os militares não tivessem liquidado essa turma o meu interlocutor se enfureceu e desligou o telefone."

É algo semelhante a acusar B16 de ex-nazista: é uma licença poética. Como escrevi para o André, ser cáustico com as religiões - ou seja, petismo e congêneres - às vezes é interessante porque podemos analisar as reações de seus membros sem as máscaras piedosas. Uns desligam o telefone na cara, outros saem em passeata com gritos de ordem, outros ficam agressivos e ameaçadores... Salman Rushdie que o diga...

Muito bom o texto. Eles descobriram a fórmula perfeita. São governantes por direito divino, afinal a voz do povo é a voz de Deus. Os petistas enfrentaram o Exílio, passaram pelo Mar Vermelho seguindo um barbudo autoritário, se renderam ao Bezerro de Ouro e, enfim, chegaram à Terra Prometida: o Estado. Aí exterminaram os cananeus após muita fanfarra e trombetas, ocuparam todas as cidades, criaram outras, aparelharam a Terra Prometida.

Usufruem agora do que plantaram abnegadamente, sempre amparados em seu passado glorioso, passando por cima da ética dos homens porque têm a sua própria ética, revelada por Marx, divina e imutável.

Acho que também tenho inveja deles, he he ...

Heitor Abranches disse...

O negócio é fd. Eles podem usufruir do cartão sem limites da presidência cujo extrato é segredo de Estado sem culpa enquanto a classe média esforçada tem que sentir culpa por ter nascido branca, pelos pais terem investido na educação e eles terem estudado em universidades públicas e terem estudado e conseguido bons empregos. Enquanto isto, estes canalhas aparecem e dizem que precisam aumentar impostos e distribuir renda enquanto usufruem dos benefícios do paraíso da burguesia enquanto a fodida da classe média esforçada tem que se sentir culpada se fizer uma viagem ou se juntar dinheiro para comprar um carro em um país tão desigual. Estes caras são uns canalhas que se apropriaram do Estado em nome do povo e com isto têm uma licença especial para serem burgueses sem culpa, sem trabalho e sem esforço. Só com papinho furado e manipulação do discurso e das pessoas.

El Rey Burgués disse...

É mesmo, Heitor
A falta de travas nas despesas e a criação de mecanismos de indexação para a correção de salários do funcionalismo são problemas a mais para as contas públicas e não soluções como os babacas petistas querem fazer crer.

Sobre os cartões corporativos, nenhum governo quer cortar gastos, porque estaria beneficiando seu sucessor. O esquema é gastar a mais não poder e jogar a bomba para o adversário que o sucederá.

Converso com muitos petistas que acham que o aumento do gasto público pode, por si, impulsionar o crescimento, mesmo com um ritmo menor de redução do endividamento público em relação ao PIB.

O governo conta com o crescimento econômico primeiro para resolver os entraves das contas públicas depois, e, não, o contrário.

Vamos esperar os petistas desocuparem o vaso para podermos jogar água sanitária e tentar limpar a sujeira que deixarão neste país de elites...

Anônimo disse...

Como diria Marx, eles são a síntese da burguesia com o proletariado. Eles são os ex-proletários burgueses com licença especial para gozar sem culpa do paraíso socialista em plena globalização.

Suzy Tude disse...

Heitor, eu não consigo entender a "bolsa-voto-de-cabresto-do século-XXI" nem como uma ação "solidária". Ela rouba o que um ser humano tem de mais valor: sua dignidade e sua honra. Mas confesso que petistas me irritam porque muitas vezes só estão fazendo parte do aparelhamento do Estado, ocupando cargos estratégicos sem nenhuma competência. Ah, meu amigo, isso é o que realmente me irrita.
Sabe o que considero invejável nelles? Alguns cometem os mais variados crimes e continuam recebendo o apoio de seus companheiros aloprados.

Grande abraço

André disse...

Os petistas também fazem parte da burguesia, se por essa palavra entendermos a nossa middle-class... Alguns até vieram da classe alta. E há o componente “pau-de-arara”, que o nosso Presidente Lampião ilustra tão bem com alguns de seus colegas. Mas não há tanta diferença assim entre os petistas em geral e o resto. São apenas radicais (muitos da sua, da minha, da nossa middle-class) que imaginam representar as massas. Como já disse em outro comentário a outro post seu.

E não sei porque a burguesia não-petista tem q se sentir “culpada” por viver em um país com tanta desigualdade. Não tem q se sentir culpada por coisa nenhuma. Culpa por ter lutado para chegar a algum lugar? Isso é ridículo. Isso é complexo de subdesenvolvido.

Ah, sim, entre as coisas q a ditadura não fez ou fez errado, ela deveria mesmo ter eliminado um monte de gente que infestou esse país desde a reabertura nos anos 80. Algumas (muitas) cabeças cortadas talvez tivesse sido algo bom. Mas... que sei eu? Num país como o Brasil, enquanto um futuro demagogo fosse guilhotinado, outros três já teriam nascido...

Ed disse...

Fala Heitor, aqui é o Catellius. O Ed me respondeu por e-mail:

André,

Preciso deixar bem claro que nunca fui e não sou petista. Nunca me filiei a qualquer partido, pq o nome já diz: "partido". Uma vez lá vc tem que tomar partido sempre com a maioria dominante, perde o direito de ter sua própria opinião. Vide o que aconteceu com Heloísa Helena, Luciana Genro e outros que pretenderam independência de opinião e coerência com as idéias que defenderam no passado.

Já tivemos muitos momentos interessantes na política nacional. Quando os militares estavam no poder todos se aglomeravam obrigatoriamente em dois partidos, havia uma confusão danada nos dois lados, principalmente pq pessoas que não se afinavam com as idéias e precisavam do partido, ingressavam nele por conveniência já que no outro já se instalara antes algum inimigo político local.

A Bahia (onde vivi) é um bom exemplo. Quem brigava com ACM não podia ficar na ARENA, daí se instalava no PMDB sem ter nenhum compromisso contra a ditadura ou com a esquerda. Ideologia zero.

Já ficou provado historicamente que as ideologias (de per si) não levarão a nada (vide URSS). Porém, viver totalmente sem ideologia e sem ética, bem como com zero de nacionalismo como os Tucanos neoliberais, não dá.

Assim, de experiência em experiência, iremos aprendendo e no futuro, na lenta evolução encontraremos equilíbrio. O caminho do meio do qual Buda falava.

Abraço.

Ed

André disse...

Ah, sim, eles realmente descobriram a fórmula perfeita pra fazer o q bem entendem. E eu também tenho inveja deles.

Gostei da foto do olho de cobra... não sei o q vcs fazem, mas o site de vcs tem fotos sempre muito boas.

André disse...

Sim, há muita gente no PSDB q infelizmente é zero de nacionalismo. Se bem q prefiro o patriotismo ao nacionalismo (em q "odiamos todos os países, sobretudo o nosso", foi o Bob Fields quem disse essa?), mas entendo seu ponto.

Pois é, tomara q no futuro encontremos algum equilíbrio, um caminho do meio. Pq senão vamos ficar sempre nessa letargia, nessa sopa...

Catellius disse...

Fala André

Meu ego não me permitiu ficar no anonimato. As imagens são brincadeiras minhas no Photoshop, afinal uso o software no meu dia a dia de arquiteto.
Tratei as seguintes figuras:

- Cobra deste post, com o reflexo da estrela petista;
- Sopa de letrinhas com o reflexo de B16 (haja reflexo) e o texto "Frei Galvão" na colher;
- Palácio do Planalto encimado pela Cúpula da Câmara e uma bandeira da Venezuela - que não tinha nada a ver com o post, he he;
- A Eva Mitocondrial;
- A Última Esplanada - A Última Ceia sobreposta à Esplanada dos Ministérios;
- As auréolas nas cabeças das personalidades comunistas do mural de Rivera, no post "Marxismo do 7º dia do Advento do Petismo";

As demais são imagens prontas que puxei da Web, sem pagar direitos autorais (que vergonha!)

Vou responder seus outros comentários no post anterior.

Até mais!

Blogildo disse...

É, meu caro Heitor! Aquiles era petista. Hehehehehehehe!

I'm joking. Mas o que vc disse é a pura verdade.
Tenho dúvidas quanto a eles se sentirem culpados em suas consciências. Afinal, pq o Apedeuta bebe tanto?

Heitor Abranches disse...

André,
Em função das miríades de leis da nossa tradição ibérica tupiquim não têm ninguém que não deva. Daí, basta o Rei da ocasião usar a velha estratégia de para os amigos tudo e para os inimigos a lei que ele congela a oposição...Talvez devido a nossa cultura católica falhamos em valorizar o mérito. Preferimos valorizar a cordialidade, promover os amigos, aqueles simpáticos a nós e a nossas idéias. Não deixa de ser um ranço autoritário e cordial. Neste pacote vem tbm a culpa por se destacar do grupo ou o medo de discordar dele. Agora, a fórmula petista é fantástica, gozo sem culpa, conforto burguês sem mérito, o nepetismo com a cordialidade dos companheiros. Acho que a grande diferença entre o PT e o PSDB é que o PT é um partido de varejo enquanto o PSDB é um partido de atacado. Quando o PT chega ao poder precisa de milhares de cargos para entregar aos seus membros enquanto o PSDB por ser um partido de elite precisa de menos cargos além de valorizar mais o mérito. Hoje, alguém para receber cargo de confiança no governo federal precisa ser confirmado pela Casa Civil em um autoritarismo digno dos militares e dos seus perseguidos.

André disse...

Tenho o Photoshop aqui, acho q tenho, mas não sei usar.

Acho q gostei mais foi da sua mitocôndria teológica...

Quanto ao q o PT vem fazendo desde 2002, meu amigo Conan da Ciméria diria: "Por Crom! Tolos arrogantes!"

Quentinho da internet:

U.S., Iran: Carrier Heads Toward Gulf --- The American aircraft carrier USS John C. Stennis is heading toward the Persian Gulf to join the USS Dwight D. Eisenhower carrier group already in position there as a warning to Iran to halt its attempts to dominate the region, U.S. Undersecretary of State for Political Affairs Nicholas Burns said Jan. 23. Burns added that direct negotiations with Tehran are "not possible" until Iran gives up its nuclear enrichment program.

Claro, isso é só pose. Sempre acontece. Invadir e ocupar o Irã é impossível, mas não umas três semanas de bombardeios. Isso se forem os americanos. Só com um bloqueio a uma pequena ilha na costa do país dá pra impedir o escoamento de quase todo o petróleo deles. Mas o mais provável é q um dia, de repente, Israel faça o serviço, mais pra desespero dos EUA do q alívio (ao contrário do q muita gente pensa, Israel tem o péssimo hábito de começar guerras sem avisar nem aos americanos, q ficam sabendo no meio da madrugada). Seria outra campanha aérea, menor, de uma semana. São mais de trinta centrais nucleares, muitas subterrâneas, e quase toda a força aérea iraniana, q não é pouca porcaria, a ser neutralizada. Falam até em usar microbombas nucleares contra os alvos embaixo da terra, e isso não é ficção, nem exagero. O problema aí seria político, claro. Acho q vão sem bombas nucleares, mas vão. Daqui até 2010 deve acontecer algo.

Bom, tenho q ir. Parabéns pelo site e pelos textos.

André disse...

Eu também puxo imagens de outros sites sem respeitar direitos autorais.

Catellius disse...

Mahmoud Ahmadinejad perguntou aos ocidentais em tom de crítica: "Por que avanços tecnológicos como a energia nuclear são julgados criminosos em alguns países e não em outros"? No Irã eu proibiria até a fabricação de fogos de artifício.
Eu tenho uma proposta para a ONU; proibir a publicação do Corão e mandar inspetores para garantir que a medida seja seguida à risca. A energia nuclear não é ruim em si. Do mesmo modo, o Corão é até que inofensivo, mas é pior do que Bomba Atômica na mão dos atrasados islâmicos.

Anônimo disse...

Querido, em primeiro lugar vim lhe dizer q seu comentário no blog do nosso querido André Wernner, está soberbo.
Acabo de ler esse seu post e fiquei pensando em algo q ainda não entendi. Eu ainda não consegui conhecer ninguém q tenha votado no PT no segundo turno e os q o fizeram na primeira eleição me juram q jamais voltarão a votar neles.
Quem será q votou no apedeuta?

Adoro seus textos, são geniais!
Beijos fofo
SôniaSSRJ

Catellius disse...

Querida Sônia,
Obrigado pela sua apreciação do meu comentário no blog do A.W.
Já este post sobre a inveja dos petistas é de autoria do meu amigo Heitor Abranches, membro do blog.
Os créditos só aparecem no final do texto.
Acredito que seria mais provável que conhecêssemos eleitores do apedeuta em maior número se tivéssemos amigos que recebem o Bolsa Esmola.
Não culpo o povo. Nos países desenvolvidos a discussão que precede as eleições costuma ter forte cunho ideológico. No Brasil, onde poder fazer três refeições por dia ainda é motivo de júbilo infinito para alguns extratos sociais, a coisa muda de figura. O que consegue ineditamente ter três refeições diárias não quer saber se o cenário internacional estava favorável, se o governo é demagogo ou se está sendo manipulado por meio de programas assistencialistas.
Uma das soluções, creio, é o fim da obrigatoriedade do voto.
Mas sei que muitos discordam de mim.
Abração!

André disse...

Ah, o voto facultativo no Brasil, onde o cabresto é vital, não passa...

Pessoas. Eu conheço um monte de gente q votou no Lula em 2006. P. ex., um casal de altos funcionários de um órgão muito bom de se trabalhar, uma das nossas casas legislativas. Aliás, a família inteira é petista (eles tem dois filhos). A garota, q é noiva de um amigo meu, acredita (mesmo) q o Lula não sabia de nada, q tudo isso foi uma grande conspiração capitalista de direita. Ela também acha q Bush é o capeta, além de louco e retardado, q o 11/9 foi coisa de judeus com norte-americanos e q a China (ela é fã de O Tigle e o Dlagão, deslumblada com a cultula oliental, faz kung-fu e só come comida chinesa) ainda vai liderar o mundo. Our little yellow friends, como dizia o Inspetor Clouseau?

Eu modestamente acho q se um dia cada chinês, TODO chinês, tiver 3 coisas - água potável, comida e um carro 1.0 - o mundo entra em colapso.

Bom, a verdade é q ninguém é louco ou idiota. Nem Bush, nem Bin Laden (e outros derivados de toalha amarrada na cabeça), nem Hitler ou aquele porco-espinho da Coréia do Norte. Maldade e frieza geralmente recebem o nome de loucura: isso é um erro. Idiotas não manipulam a quantidade de poder q eles manipulam, sejam "eles" líderes terroristas, estadistas democraticamente eleitos ou ditadores. Acertam algumas e erram outras, enquanto jogam xadrez com as vidas de outras pessoas e, de certa forma, decidem os destinos do mundo. The Great Game, como dizem em geopolítica. Talvez o Ahmadinejad seja doido, mas logo a raposa do Rafsanjani vai se livrar dele. Não contem com o Ahmadinejad participando do XXXX Fórum Social Mundial. Um suicídio por terceiro é mais provável. A quantas virgens ele terá direito no Paraíso, por falar nisso? Dizem q elas nunca perdem a virgindade, por mais q sejam visitadas...

Hummm... não é à toa q o islamismo é a religião mais popular do mundo.

Heitor Abranches disse...

Sobre este pessoal que não é analfabeto funcional, não passa fome,e que ainda vota no PT, o que dizer? Bem, eu apostaria em um caráter deformado. Certa vez, conversando com uma amiga minha, psicanalista e ex-petista daquelas quase fundadoras ela me dizia que não aguentava mais ouvir fala do Lula nem do PT. Eu, para variar fui querer dar-lhe algumas explicações sobre como é a política real, os grupos de poder, o toma lá dá cá,...Ela nem quis ouvir. Mas, me disse uma coisa que para mim faz todo o sentido. Ela me disse que a maioria do pessoal do PT que ela conheceu era formada de pessoas frustradas, desajustadas e com sérios problemas com os pais, com a autoridade, com a lei no sentido psicanalítico. Gente que via no capitalismo a lei e a opressão e diante da sua incapacidade diante do mundo preferia o caminho do negativismo, do esquerdismo, das teorias conspiratórias, do mundo injusto, etc. Existem pessoas dignas no PT? Até existem mas a maioria são estas pessoas negativas ou então aqueles que defendem os interesses corporativos de um estilo de vida como os servidores públicos. E nos servidores públicos é a mesma coisa, tem aqueles que são corretos, que trabalham e tem aquela bandalha de sem-vergonhas, puxa-sacos que arrumam um jeito de serem requisitados em troca de algum favor sexual e passam anos sem trabalhar até aposentar. Tinha um amigo do Bacen que me falava que outro dia um colega dele se aposentou...O engraçado é que na opinião dele, fulano nunca trabalhou...Este é o tipo gente do PT. Sindicalistas encostados que de repente viraram dirigentes de órgãos onde muitas vezes mal trabalharam.

André disse...

Concordo plenamente: é caráter deformado. Porque eles realmente acreditam em tudo... São todos sindicalizados daqueles bastante ativos. Se tem problemas com a lei, a autoridade, no sentido psicanalítico/psicológico, não sei porque não os conheço muito bem. Mas não tem nenhum problema com restaurantes caros. Comem no La Torrreta todo fim de semana.

Ontem levei um susto, logo depois de terminar o comentário aqui e desligar o PC minha mãe passou mal, teve labirintite forte e então levei-a ao hospital. Tudo bem, mas q susto.. Ela é aposentada do Judiciário, e teve q enfrentar muitos funcionários púlbicos exatamente como esses q vc descreveu, em quase 30 anos de carreira.

Ponderado disse...

Heitor,

Sobre este pessoal que não é analfabeto funcional: e os políticos de outros partidos são votados por suíços de altíssima escolaridade?

mas a maioria são estas pessoas negativas: a maioria É sujeita ao erro. e este blog é o que há de mais negativo na web. pelo menos tenta ser.

serem requisitados em troca de algum favor sexual: modere as críticas ou o blog só será visitado por desbocados como vc

Ricardo Rayol disse...

Pode ter certeza que a inveja também é minha... Tenho concvicção que até Jesus Crsito se imiscuisse com essa quadrilha seria corrompido.

Anônimo disse...

percebi que o blogue é um fórum entre heitor, catellius e andré. sucesso nesta linda egotrip.
para vcs saberem se estão sendo lidos e a egotrip apreciada, sugiro que entrem no google analytics e cadastrem o site para verem de onde vêm as visitas. garanto que quando souberem da quantidade de acessos tentarão ser menos agressivos para cativar uma platéia um pouco maior para a egotrip de vcs.
https://www.google.com/analytics

Catellius disse...

É isso aí, grande Heitor,
Conheço muitas pessoas dignas que votaram no PT. Muitas delas usaram o argumento de que o governo FHC fez isso e aquilo, roubou, privatizou, vendeu a alma para conseguir a reeleição. Tudo isso é verdade e motivou pessoas como você e eu a votarem no Lula em 2002. Contudo, as pessoas que votaram no Lula em 2006, com os escândalos ainda quentinhos, acabaram dando carta branca para que a bandalheira continuasse. Descobriram o argumento de que "aparecem mais escândalos porque se investiga mais" e passaram a repeti-lo à exaustão.

André,
Melhoras para sua mãe.

Ponderado,
Vá para o blog do Reinaldo Azevedo e terá boas aulas de como corrigir o português dos outros com textos cheios de erros de português.

Anônimo (parece ser o mesmo Ponderado),
Segui o seu conselho e me cadastrei no Google Analytics.
Você acertou. Minha idéia é que isto seja um fórum. Fazíamos o mesmo antes por e-mail, o que gerava muita confusão. Agora os comentários ficam ordenados cronologicamente e abertos a pessoas inteligentes como o André, o A. Wernner, a Suzy, a Sônia, o Ricardo, etc., que não têm medo de mostrar quem são, e que dão contribuições preciosas para as discussões saudáveis que desejamos promover.
Um motivo que não excluo os anônimos como você é que podem ser pessoas conhecidas que não querem me ofender identificando-se, já que envio os textos para minha lista de e-mails. Como aprecio também a crítica, mesmo que maldosa, deixo que freqüentem o Pugnacitas à vontade!
Sejam sempre bem-vindos.

Anônimo disse...

Oi fofo, eu concordo com suas observações, e quero parabenizar o autor do texto.
Desculpa se não reparei q havia mais autores no blog, sendo q pelo jeito o alto nível é uma constante.
QT ao voto ser liberado, é claro q eu sou a favor, sou uma pessoa q considera a liberdade algo importantíssimo, mas, porém, todavia... para isso o Brasil precisa ter cidadões conscientes de seus direitos e deveres.
Na atual conjuntura, teremos caravanas de ônibus com eleitores PTistas, e a classe média permanecerá na praia se for um domingo de sol.
C'est la vie!
Beijos
SôniaSSRJ

André disse...

Minha família inteira votou no PT em 2002. Eu votei no Serra, mas as pessoas em geral ficavam horrorizadas com isso.

Vi um adesivo legal em alguns carros: "Eleiçõs 2006: no Brasil, o crime compensa."

Ah, essa de que agora "aparecem mais escândalos porque se investiga mais" é bem comum. Inacreditável...

Ora, fiquei lisonjeado c/ esse anônimo q pensa q sou um dos membros do blog. Estou só nos comentários ainda, meu blog é outro, mas tudo bem, entendo o q ele quis dizer. Bom, se as mesmas pessoas comentam sempre quase tudo por aqui e se são poucas pessoas, qual o problema? Nenhum. Egotrip? Ninguém aqui vive fora da realidade nem quer se promover. Isso aqui não é um fotoblog, nem blog tipo diário, nem um blog preso a um assunto só ou controlado por uma só pessoa.

Essa área dos comentários é mais ou menos uma conversa, uma longa conversa. Só não anda mais rápido pq não estamos numa mesa de bar. E para um grupo pequeno fica até mais fácil se sentar a uma mesa de bar um dia (pelo menos p/ os q vivem aqui, pena q p/ os de fora de Brasília fique complicado, vcs vão fazer falta no dia em q isso acontecer). Com ou sem egotrip. E quem sabe o anônimo não aparece. Ou já despontou para o... anonimato?

André disse...

Os políticos de outros partidos também tem seus eleitores burros. Mas ao menos eles (os políticos) escondem melhor o q fazem. Coronéis pouco sofisticados (p. ex., Sarney, atual admirador e usuário do presidente Lula) e envolvidos em coisas pesadíssimas, sabem como "amarrar" o q fazem. Não vaza nada e qualquer acusação pode ser rebatida porque não há provas. Isso é ser raposa velha. O PT chegou morrendo de fome ao poder. Rato magro, nunca comeu, quando come... Claro q a votação do Lula no ano passado se deveu muito ao assistencialismo, às "bolsas" disso e daquilo, mas muita gente da classe média até a principesca votou nele. Deformidade de caráter, como disse o Heitor? Pode ser. Acho q indolência e descaso também. Brasileiro em geral não liga muito pra política. Não quer ter o trabalho de pensar. E há também os acidentes. Lula não é essa criação toda premeditada lá no ABC Paulista. Não totalmente. O buraco é mais embaixo:

“Lewis Namier escreveu q muito acontece na História por processos inconscientes que não conseguimos captar e de que não podemos fazer sentido, porque inexiste. Palavras profundas, de que talvez todos nós sintamos a verdade parcial, mas que paralisam o analista ou o burocrata. As elites dirigentes certamente são mais sensíveis a esses fenômenos, já que tentam ordená-los com esse ou aquele objetivo, mas admitir essa realidade de imprevisto, do inconsciente, seria confessar limitações que lhes subtrairia parte da mágica da autoridade, da mística do poder. Nem pensar. As elites, no Brasil, não acreditam, no íntimo, na soberania do povo. As diferenças entre elas e o populacho é de tal ordem que a sabem intransponível e insuperável, a não ser naquele prazo tão longo que, na frase de Keynes, estaremos todos mortos. Não é crível que algum dos ouvintes seletos do relatório do EMFA (Estado-Maior das Forças-Armadas) se imagine um dia, em competição de oportunidade sequer, com os pobres “relativos” ou “absolutos” do relatório. Na Inglaterra, em q se cunhou a palavra esnobe, se diz que o sotaque das pessoas imediatamente as situa na escala social. No Brasil, basta olharmos uns aos outros. (...) As elites respeitam tabus que equivalem à autocensura. É difícil encontrar alguém bem educado e melhor informado que leve as coisas intelectualmente a sério. Não é que alguém “entregue a rapadura” ou a distribua à massa ignara. Nada disso, antes muito pelo contrário, privilégios são ciosamente preservados, com a violência que a ocasião e a contestação exigirem. O que há, intramuros, na intimidade, é a percepção de que os arranjos sociais não são para valer, que podem ser arbitrariamente modificados e postos pelo avesso pela força, e que esta sempre prevalece, não importa o que for determinado pelos ritos da democracia política, ou quaisquer que sejam as regras estabelecidas. Ninguém discute o assunto em público. Em particular, é abordado de leve, porque não se quer aprofundá-lo, o que obrigaria a uma autocrítica jamais feita.”


Trecho de O Brasil no Mundo, livrinho bom do Paulo Francis, escrito em 1985. Diz muito sobre o Brasil. Mais ou menos fácil de achar na internet. Junto c/ outro dele, Trinta Anos Esta Noite, é uma das melhores “aulas” q conheço de História do Brasil.

André disse...

China com capacidade anti-satélite e agora o Irã lançando os satélites? Isso vai dar rolo...

Vejam lá no meu blog.

Heitor Abranches disse...

Hoje, eu li que o luiz inácio disse que com o PAC o Brasil vai ou racha....Acho que daria para publicar um livro com as frases de efeito usadas por este sujeito...E o incrível é que os jornalistas não conseguem resistir...é só ele falar uma frase de efeito ou fazer um discurso inflamado que é capa na certa. Por outro lado, não sei porque a gangue dele reclama tanto da imprensa...Eles tem toda a cobertura que precisam para continuar em evidência.

Patricia M. disse...

Oi! Achei otimo o texto do Heitor, mas tenho a mesma opiniao do Andre: eu nao me sinto nem um pingo culpada por ser da classe media, ter estudado em escolas particulares, cursado universidade federal, ter um emprego decente, etc etc etc. Na verdade tambem nao me sinto nem um pingo culpada de ter largado esse lixo de pais e ter me mudado para os EUA, onde empregarei todo o meu conhecimento (altamente valorizado aqui) em prol do desenvolvimento desse pais aqui, e nao do meu pais de origem.

Eu cansei de dar murro em ponta de faca. A classe media ignorante (quem disse que nao sao analfabetos funcionais? Sao sim, conheco um monte) quer o molusco como presidente? Que fiquem com ele. Eu eh que nao quero.

André disse...

Exatamente, Heitor, eles reclamam de uma imprensa q dá toda a cobertura de q eles precisam.

Eleitor disse...

Patricia M:
Quando você deixar de lado o típico provincianismo e deslumbramento Mineiro irá constatar que morar nos EUA não é nenhuma Categoria de Valor. Também estudei em escolas particulares, cursei a mais renomada Universidade dos Pais e tenho ocupação bastante significativa aqui. Acho um privilégio viver nesse País. Na verdade o lixo aqui são os desertores apátridas. Azar o seu, viver aí é castigo. Por aqui aínda
está na moda um certo termo popular: "Fulano tá se achando".
Acorda!! Você não está fazendo falta nenhuma. Pode ficar aí sem culpa. Pede a naturalização logo. Aqui a gente dá conta do recado.

Patricia M. disse...

Catellius, imagina se eu vou ligar para comentario de petralha... Tenho mais o que fazer do que ficar dando atencao para pessoas carentes...

DELETADO disse...

Catellius, esse eleitor é um babaca, e do tipo que se acha!
Que bom pra ele que está feliz com o desgoverno, deve ter um cabide de emprego e mama nas tetas do governo, como todo ptista.
Ignora a criatura, que ele se manda para a praia dele.
Estou sentindo a sua falta lá no meu blog, espero sua visita!
Beijos
SôniaSSRJ

DELETADO disse...

Querido, obrigada por sua participação, tive que postar um esclarecimento, espero que tenha sido mais clara quanto ao meu posicionamento em relação a atual conjuntura.
Será que consegui?
Espero que sim!
Beijos,
SôniaSSRJ

PS: Acredito que no meu blog, o que tem de mais maravilhoso são os comentários, muito melhores que minha humildes postagens!

José Alberto Mostardinha disse...

Viva Heitor:

Acabo de chegar directamente do blog da Sónia SSRJ em virtude de ter apreciado, sobremaneira, o comentário lá deixado.

Deparo aqui com um artigo que, devidamente analizado, pode literalmente ser aplicado ao que se passa hoje em dia no Brasil.

Não é pelo facto de os políticos pertencerem á esquerda... ou á direita, é pelo facto de serem desonestos... com raras excepções.

O facto de mudarem de partido "como quem muda de camisa", e isso ser tolerado no Brasil de forma arrepiante, é mais um contributo para a sementeira de mais corrupção, mais tráfico e menos transparência.

Este estado de coisas é, em si mesmo, sintomático duma subversão do regime democrático.

Apreciei a tua análise e gostaria de saber a tua opinião sobre uma troca de links no sentido de tornar mais fácil as nossas consultas recíprocas.

Espero-te no Estados Gerais para que ele, através dos teus comentários, possa ficar mais interessante.

Um abraço,

Catellius disse...

Olá José Alberto Mostardinha

O comentário foi meu e não do Heitor. Mas o Heitor é o mais indicado a discorrer sobre direita e esquerda.
Vou indicar seu site ao Heitor e colocá-lo nos links preferidos.
Em breve devo entrar em seu Estados Gerais para comentar os textos!
Um grande abraço!

Eleitor disse...

Ô Catellius:
Atendendo a sugestão da Sônia SSRJ e como sou carente, fui a praia(Real) e agora estou de volta e já constatei que a ex-gentil Sônia também advoga a favor do deslumbramento provinciano dos que partiram para EUA(Coisa rara em Minas). Será que pensa também que o nosso país é um lixo? Posso ser um babaca, mas não passo o meu dia pensando em aporrinhar o Governo Lula. Até seria divertido se algum governo desse importância. Quem é que está se achando?

Klatuu o embuçado disse...

http://www.culturabrasil.org/novilingua.htm

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...