08 abril 2019

Olavo de Carvalho: Analfabeto Funcional




Olavo confunde tudo quando acusa o Gen. Mourão de contradição e confusão.
O Regime Militar não foi democrático, ainda que em determinado momento houvesse pluripartidarismo com eleições diretas para governador e senador.

Mas o regime foi Legal. Quase nunca o Legal é plenamente justo. Muitas vezes é completamente injusto.Uma lei democrática pode ser injusta e uma feita por um déspota pode ser justa. O contrário é o mais comum, logicamente. Mourão não disse que o Regime Militar foi ilegal. E quando disse "Fui eleito e Geisel não", aí fica subentendido o Sufrágio Universal, não uma eleição presidencial indireta na qual os candidatos são indicados por um Regime Autoritário.
Ao colocar como uma vantagem a democracia que o elegeu como vice de Bolsonaro, não está "achincalhando" o "regime de cujo prestígio ele se beneficiou para ser eleito". Os próprios militares fizeram a transição para a democracia, por ser melhor. Simples assim, como diria a Bettina.

Olavo reconhece que Mourão foi eleito. Mas beneficiou-se mesmo do prestígio do Regime Militar? E quanto ao forte repúdio ao PT? E quanto ao voto útil dos que em princípio queriam Amoêdo, Alckmin, Álvaro Dias, mas acabaram por votar em Paulo Guedes? Este foi "mais eleito" do que o Mourão. Se o governo não apoiar Paulo Guedes, comete Estelionato Eleitoral.

Mourão não tinha por que se comparar a um vice, uma vez que na pergunta do repórter em Harvard a comparação era entre ele, Mourão, e Geisel. Perguntemos ao Olavo: "Quem é mais honesto: você ou Sarkozy?". Tanto faz a resposta. Nossa tréplica será "Você tinha que se comparar a um astrólogo, não a um presidente, ainda por cima francês".
As orelhas de jumento aparecem, às vezes mais às vezes menos, por baixo da pele de glorioso leão.




2 comentários:

C. Mouro disse...

.
Nem vi o video do Olavo, adianto.

Eu não sou democrata e não julgo que a democracia seja sempre melhor que uma ditadura.
Democracia virou tabu.

Etienne de La Boétie bem disse que estar sob um irano é ruim e estar sob vários é ainda pior.
A democracia é exatamente um amontoado de ditadores entrando em acordo. Isso não faz os ditadores melhores, ao contrário, descamba na falta de noção em busca do Poder. Onde as aparências prevalecem ante a população corrupta. Afinal a democracia é AMORAL, portanto antiética (como filosofia da moral).

Se sob a Democracia inexiste certo e errado, mas apenas a vontade dos eleitos, essa idéia paulatinamente contagia a população (como a "janela de overton") que passa a aceitar que toda demanda sob a democracia é aceitável e até justa. Porém justiça nada tem a ver com a alegada "vontade da maioria votante", mas sim com os interesses da maioria eleita.

Na verdade tudo é devido a moral estabelecida pela propaganda dos valores ou virtudes.
Talvez se os EUA não fossem uma Democracia, jamais teriam perdido os valores que o criaram. Afinal não haveria corrupção de parcelas da população para obter apoio comprado.

Atualmente há censura sobre coisas que na dita dura dos militares (maior parte esquerdistas nacionalistas ou não) não eram censuradas. Arrisco a dizer sem receio que ob os militares até Geisel havia mais liberdade para a população do que há atualmente.
A tal "liberdade de expressão" vigente na tal Democracia é um embuste. Pois que processos em busca de indenizações e penas de prisão ainda existem comntra ofensores, sobretudo de autoridades. Claro que um judiciário criado com militantes de esquerda que passam em concursos cuja provas são montadas por seus pares torna isso assimétrico. Além do mais as sensibilidades atuais são maiores que de antes.

Sob Pinochet havia mais liberdade para a população do que atualmente as democracias européias onde se pode ser preso por "discurso de ódio", sob critério do politicamente correto que se aplica somente a um dos lados.

Geisel era um nacional-Socialista antiamericano; foi o primeiro a reconhecer o presidente revolucionário angolano e ainda deu 6 bilhões a polônia socialista (os argumentos são pífios).

Foi Geisel que iniciou a sistematização da corrupção como um novo Getúlio.

Assim começou a criar estatais e endividar o país iniciando o processo inflacionário que explodiu com Figueiredo (seu fantoche).

Enfim, aceitar tudo isso é o melhor caminho para evitar maiores sofrimentos.
Como disse Seneca: "quem sofre antes do necessário, sofre mais que o necessário"

...a ignorância é uma benção! (O nomne da rosa. ...algo assim)

Forte abraço, Grande Catelius.

C. Mouro disse...

Correção:

Justiça nada tem a ver com a vontade da maioria votante. Já que Democracia é apenas a "justiSSa" segundo os interesses da maioria eleita.

o resto dá +/- para entender. ...eu acho.

Abração
C. Mouro

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...