06 fevereiro 2014

Paisagem com montanhas

Pintei esse quadro na semana passada. A imprimatura e céu na quarta-feira, duas sessões de 3 horas no sábado e uma de 4 horas no domingo. Ao som de Der Barbier Von Bagdad, de Cornelius, Missa a São José, de Zelenka, Fedora, de Giordano, O Rapto do Serralho, de Mozart, e outras óperas. Pintura acrílica sobre tela de 80 x 30 cm.

Em uma das sessões as crianças me fizeram companhia pintando personagens Monster High.

O acrílico tem a vantagem de secar imediatamente. Não é preciso, portanto, esperar dias para se iniciar uma camada independente - quando não se deseja um efeito muito borrado. Por outro lado, a pintura fica às vezes um pouco dura. No óleo, as mudanças de cor podem ser mais suaves, e a gama de cores muito maior porque sempre há um resto de tinta na palheta passível de ser misturado com uma nova. No acrílico temos que fazer as misturas sempre do zero.

Senti falta de alguma cena mitológica, em segundo plano; um centauro, uma Dafne metamorfozeando-se em loureiro. Mas não quis me arriscar a estragar o que já estava bom - sinal de mediocridade. Mas tentarei superar esse tipo de medo em breve.
Visão geral

Detalhe das montanhas, ao centro


Detalhe das casas e das rochas em primeiro plano

////////////////////////////////////////////
Update em 11/02/2014
Emoldurei a pintura e fiz pequenas alterações: uma amazona e galhos secos à direita. Aqui está:


Um comentário:

Anônimo disse...

cansou de religião

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...