17 janeiro 2008

Exilados do Governo Lula e do PT

Reportagem do dia 17/01/2008 da Folha de São Paulo informa que o irmão de Celso Daniel e família receberam asilo político na França. Com isto, acredito que temos os primeiros exilados políticos do governo Lula. Isto se não mencionarmos os lutadores que fugiram da Delegação Cubana no PAN, foram abduzidos pela Polícia Federal e rapidamente transportados em um jato venezuelano para Cuba. Falando em jatos venezuelanos, eles também estão servindo para transportar malas de dinheiro para a campanha da Kirchner na Argentina.

Mas voltando ao caso do Celso Daniel, o seu irmão, a cunhada e os três filhos fugiram em decorrência de ameaças decorrentes da sua insistência na resolução do crime. Celso Daniel, então um dos mais poderosos membros do PT e que possivelmente teria ocupado mais tarde o posto de Palocci foi seqüestrado no dia 18 de janeiro de 2002, quando estava em um carro blindado conduzido por Gomes da Silva. O corpo foi localizado dois dias depois.

Para a Promotoria, o crime foi encomendado e está relacionado a um esquema de propina montado para financiar campanhas eleitorais. O engraçado é que carro blindado não é algo exatamente comum em São Paulo para alguém que não seja um milionário. Isto nos faz pensar que o prefeito deveria estar lidando com alguma barra pesada.

As relações do PT com o crime não são nenhuma novidade, segundo inquérito da Polícia de São Paulo para investigar se existe ligação entre o Primeiro Comando da Capital (PCC) e o PT, após flagrar, por meio de escuta telefônica, presos coordenando os ataques da facção iniciados em maio de 2006 em São Paulo. Nas conversas, os detentos ordenam atentados contra agentes penitenciários e políticos - "qualquer um, menos do PT". Os diálogos mostram que, entre políticos, os alvos preferenciais eram integrantes do PSDB - partido que, até abril, governava o Estado e a capital paulistas.

O site Mídia Sem Máscara vai além afirmando que o PT participaria de uma "organização secreta" cujo objetivo seria o apoio de todas as formas entre as forças de esquerda latino-americanas chamada de Foro de São Paulo. Neste contexto, entrariam as FARC, organização narco-guerrilheira que tem o apoio de Chávez e, segundo denúncia da Veja, seria: “[...] os contatos políticos entre petistas e guerrilheiros das FARC são antigos. Começaram em 1990, quando o PT realizou um debate com partidos políticos e organizações sociais da América Latina e do Caribe para discutir os efeitos da queda do Muro de Berlim. De lá para cá, as relações se intensificaram, principalmente por meio das correntes esquerdistas do PT, como a Democracia Socialista, cuja estrela mais conhecida é o ministro Miguel Rossetto, do Desenvolvimento Agrário. Mesmo os quadros mais moderados do PT demonstram uma certa simpatia pelas FARC.”

Considerando estes antecedentes, acredito que na campanha de 2010 poderemos ter mais assassinatos decorrentes de disputas internas do PT, muito caixa 2 para financiar a campanha do candidato petista, e se o Serra ultrapassar este candidato nas pesquisas poderemos ter novos ataques do PCC em São Paulo e possivelmente do MST em todo o país; poderemos ter dinheiro venezuelano na campanha, e ainda veremos a força que terá a TV do Lula... Quem sabe o Lula não renuncia no último ano deixando a presidência para o Chinaglia, para se dedicar inteiramente à sua sucessão? Quem viver verá. Só tenho uma certeza, se o PT perder eles não entregarão o poder graciosamente.

6 comentários:

André disse...

Nada disso é novidade mesmo. Que o Dirceu mandou matar, o Gilberto Carvalho também, e q o PT tem negócios com o PCC.

O Foro de São Paulo existe, mas seu poder é exagerado, p. ex., por gente como o Reinaldo Azevedo. Mas querer discutir esse assunto é como querer discutir religião ou assuntos referentes à Igreja Católica de forma razoável e sem partidarismo ou conversa fiada: não dá, é inútil (quer dizer, pelo menos com ele e com outros bem piores do q ele).

Mas é claro que muitos petistas devem ter contato com as FARC.

Eles não entregarão o poder graciosamente porque vivem dele, pq não tem caráter e porque não sabem fazer outra coisa na vida. Não existe petista um pouquinho mais democrático ou muito diferente do resto: são todos autoritários, e gente autoritária só conhece uma linguagem, a da força.

Sem falar que o nível dessa gente é muito baixo, no geral - e em todos os sentidos da palavra "baixo". Óbvio, são sindicalistas. Não bastasse isso, o ambiente de sindicato é um ambiente criminoso. Logo, são atrasados e bandidos. É um meio de gente ignorante, estúpida e vil.

Heitor Abranches disse...

André,

Uma vez vi uma discussão do Cesar Maia em que ele afirmava exatamente isto. O político profissional, o petista médio, é um cara que só tem aquilo. Por outro lado, um profissional ou alguém que tem uma passagem pelo setor público é alguém que não vai morrer se perder o poder. Para os petistas, ou pelo menos, para uma parte considerável deles, o poder é tudo e eles não vai abrir mão disto mole não.

André disse...

Não vão abrir mão mesmo, até pq boa parte dos quadros deles é isso, gente incompetente q sempre tem q parasitar alguma coisa. Não vão querer largar o q o Estado lhes dá.

***************

F. H. Bradley

Adam knew Eve his wife and she conceived. It is a pity that this is still the only knowledge of their wives at which some men seem to arrive.


Eclecticism - every truth is so true that any truth must be false.


It is by a wise economy of nature that those who suffer without change, and whom no one can help, become uninteresting. Yet so it may happen that those who need sympathy the most often attract it the least.


It is good to know what a man is, and also what the world takes him for. But you do not understand him until you have learnt how he understands himself.


Metaphysics is the finding of bad reasons for what we believe upon instinct; but to find these reasons is no less an instinct.


One said of suicide, “As long as one has brains one should not blow them out”. And another answered, “But when one has ceased to have them, too often one cannot”.


Our live experiences, fixed in aphorisms, stiffen into cold epigrams. Our heart's blood, as we write it, turns to mere dull ink.


The deadliest foe to virtue would be complete self-knowledge.


The force of the blow depends on the resistance. It is sometimes better not to struggle against temptation. Either fly or yield at once.


The man who has ceased to fear has ceased to care.


The mood in which my book was conceived and executed, was in fact to some extent a passing one.


The one self-knowledge worth having is to know one's own mind.


The secret of happiness is to admire without desiring. And that is not happiness.


The world is the best of all possible worlds, and everything in it is a necessary evil.


There are persons who, when they cease to shock us, cease to interest us.


There are those who so dislike the nude that they find something indecent in the naked truth.


True penitence condemns to silence. What a man is ready to recall he would be willing to repeat.


We say that a girl with her doll anticipates the mother. It is more true, perhaps, that most mothers are still but children with playthings.

Catellius disse...

O Janer Cristaldo deixou o Expressionista, após as discussões deste post, das quais participei, obviamente.


Quinta-feira, Janeiro 17, 2008
ADEUS, CARÍSSIMO!
por Janer Cristaldo

“Espero que aceite minhas desculpas. Mas não aceitando, que continue postando os teus textos. Embora "editor", o jornal é muito mais dos colunistas do que meu”. Isto escrevia Diogo Chiuso, há cerca de 24 horas atrás.

Mas a Internet é rápida. Ainda hoje, em nova mensagem, escreve Diogo: “Convém lembrar que todos os moderadores vêem esta tua atitude como uma cretinice. Se o teu desejo é gritar por aí que eu o censurei, vou facilitar as coisas. Após esta postagem irei cancelar tua conta no blog. E parte de mim a iniciativa, para dar mais veracidade a campanha da fictícia censura que já iniciaste.”

Claro que Diogo me censurou. Deletou artigo em que eu refutava suas infantilidades. Não suportou o debate. Ou seja: “Você, Janer, pode continuar postando seus textos. Mas não vai postar mais nenhum”. Brilhante propósito de liberdade de expressão.

Bom, vamos aos fatos mais recentes. Em um primeiro mail, Diogo escreveu: “um dos moderadores achou por bem encerrar as discussões naquele post por entender que a discussão atingiu o seu limite”.

No segundo mail, há uma nova versão: “todos os moderadores concordam que a discussão daquele post passou dos limites”.

Afinal, foi um moderador? Ou foram todos os moderadores? Pedi ao Diogo o email dos moderadores. Queria conversar com eles. Até agora, Diogo não os enviou. Queria discutir com eles por que razões minha resposta foi deletada. Que Diogo deletasse a sua, não vejo nenhum problema. As pessoas acabam se pejando de dizer bobagens. Isto de bobagens não é afirmação minha. É admissão do próprio Diogo, em mensagem que reproduzi dois ou três posts atrás: “Já o teu comentário eu deletei em seguida, pois era dirigido às bobagens que eu havia escrito e já deletado”.

Que Diogo deletasse suas bobagens, é direito seu. Mas não podia deletar a minha mensagem. Isto é censura.

Neste sentido, o jornal católico conservador Midiasemmascara foi mais decente comigo. Sei que quem censurou meus textos foi Olavo de Carvalho. No Expressionista, não sei. Diogo delega a censura a um suposto colegiado de moderadores, e não ousa dar-me o nome de nenhum. Até parece administração do MASP, cujos membros são ocultos. Ou uma espécie de maçonaria, onde barbados parecem criancinhas brincando de segredinhos.

Diogo, já o recebi com bom vinhos em minha casa. Mais ainda: certa noite Diogo cozinhou um peixe divino chez moi. Entramos madrugadas adentro discutindo o homem e o mundo. Diogo fez uma excelente entrevista comigo, que pode ser achada na Web. (De repente, a reproduzo neste blog). Convidado para escrever no Expressionista, aderi ao convite com prazer. Gostei de debater com os leitores. Suponho que minha contribuição tenha trazido muitos outros leitores ao site.

Hoje, censurado! Diogo parece estar vivendo nos anos 70, quando alguém censurado era censurado pour de bon. Nestes dias de Internet, isto não mais vige. Se sou censurado aqui, escrevo acolá. Impossível impedir a livre expressão nestes dias. O que aconteceu, a meu ver, foi que um menino inseguro não suportou ouvir críticas a suas posturas adolescentes.

Deploro apenas não mais escrever em um jornal que gostei de escrever. Paciência. Meus leitores podem sempre encontrar-me neste blog, onde jamais me passou pela cabeça exercer censura sobre mim mesmo. O Expressionista parece estar encontrando sua vocação. Doidivanas que nada entendem de mundo, perambulando pela Europa e deitando erudição sobre países onde recém chegaram e dos quais nada conhecem. Católicos enrustidos – que não ousam dizer o próprio nome – condenando o aborto, aderindo a uma das mais obsoletas teses da Igreja Católica. Testemunhas de Jeová pontificando sobre o cristianismo. Também sem ousar identificar-se como Testemunhas de Jeová.

O Expressionista está cada vez mais próximo do Midiasemmascara. Resta a pergunta: quem foram os moderadores que censuraram meu artigo? Ou você responde. Ou você é vil.

Catellius disse...

Cheguei a trocar uns e-mails com o Janer sobre a patuscada do Diogo. Este criticou o português dos jornalistas com um texto cheio de erros grosseiros, do tipo "a maioria dos jornalistas erram".

Eu escrevi:

Caramba, o que aconteceu no post “Dormindo com o Inimigo”? Aquele que “não tem ego para carregar” ensandeceu após uma boba crítica ao seu português…. Eu heim! Desatou a vomitar todas as estatísticas de que dispunha para mostrar que em um jogo de baralho infantil tipo “Super Trunfo” os EUA ganhariam do Brasil! Descobriu a América!!!

E impediu novos comentários! Ho ho ho! Como um tiranetezinho magoado…
Vixi!
O ego do tipo extravasa pelo ladrão, isso sim!

E se fez a Brutta Figura deveria assumir e deixar seu comentário lá, para todos verem, e se retratar por hombridade. Mas não! Prefere dar um “undo” para simular que não escreveu nada. Foi o próprio ego que principiou um texto afirmando não ter problemas em escrever mal o português – sendo que critica nossos graduandos por tal deficiência – e não ter ego para carregar...

Bom, eu conheci no Alentejo pobres desdentados que não erravam na concordância, omitiam pronomes pessoais por saberem declinar os verbos, possuíam um bom vocabulário. Aquela região, na época de Salazar e mesmo antes, era pobre e a educação formal precária. Mas por algum mistério 'insondável' eles sabem falar o próprio idioma.

Abraços,
Catellius

Catellius disse...

Muito bom:

Doidivanas que nada entendem de mundo, perambulando pela Europa e deitando erudição sobre países onde recém chegaram e dos quais nada conhecem. Católicos enrustidos – que não ousam dizer o próprio nome – condenando o aborto, aderindo a uma das mais obsoletas teses da Igreja Católica. Testemunhas de Jeová pontificando sobre o cristianismo. Também sem ousar identificar-se como Testemunhas de Jeová.

Reconheci o Blogildo aí, he he. Testemunha de Jeová é fogo...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...