06 novembro 2006

Olhar Vulgar

Comentando post do Reinaldo Azevedo:
"Sunga, decoro, Mann e Musil":

Reinaldo, a moral é desejável, o moralismo, que exige uma moral absoluta, não.

Também me considero um conservador, mas tenho consciência que quase tudo é convenção. E algo só pode ser considerado errado (na verdade, crime) quando prejudica terceiros, como disse Stuart Mill. Para homens e mulheres uma tanga bastaria, aqui nos trópicos, e apenas por questões de higiene.

Quase tudo é convenção.

O islâmico defensor do véu pode usar um discurso semelhante ao seu, exaltando a poética de um rosto coberto ou semicoberto pelo véu em oposição às "prostitutas ocidentais", que deixam, além dos ombros e das pernas, a face à vista de qualquer um. Uma cabra coberta por um véu por aquelas bandas deve despertar nos homens desejos impronunciáveis.

No passado nos apaixonamos por misteriosas patas de gazela, pela dona oculta do sapatinho de cristal. Também o comunismo quando estava oculto atrás da cortina de ferro causava suspiros por aqui. E hoje é preciso ser cego para encontrar beleza naquilo.

Quem vê vulgaridade na nudez dos silvícolas?

Já uma pessoa coberta até o pescoço pode ser vulgar.

--//--

Se os homens só existem para que possam honrar seus pais, até hoje apedrejaríamos adúlteras pelas ruas e escravizaríamos nosso semelhante. Com o passar dos anos muitos homens vão perdendo o verniz, que é o que amiúde esconde sua vulgaridade, seus preconceitos. Por isso é mais raro encontrar velhos sábios do que ranzinzas, preconceituosos e atrasados. Estes últimos apenas unem o útil ao agradável quando, não mais influenciados pelos hormônios da procriação e envergonhados de expor suas pelancas ao público, aderem ao discurso moralista, saudosos da época em que tudo ficava escondido.
Mas o Lula de sunga é dose. O estômago estufado de seus churrascos com seus cupinchas é uma agressão aos brasileiros (até aos que não se sentem agredidos).

4 comentários:

Caldo de Galinha disse...

Vivemos a ditadura dos velhos
Eles receberam um determinado planeta Terra e nos entregaram um outro muito pior
Eles mantêm seus privilégios aos nossos custos, desde vagas em estacionamentos, passagens em ônibus, em aviões, em remédios, em prioridades de toda sorte
Suas aposentadorias aviltantes sugam a energia do país, que investe mais em velhos do que em jovens
É o fim da humanidade.
MALDITA PENICILINA
MALDITOS ANTIBIÓTICOS

Amorim disse...

Ou pagamos um aluguel pelo planeta que recebemos.
Foi a geração passada que recebeu um mundo destruído pela Segunda Guerra e que nos entregou um mundo tecnológico, meritocrático, menos repressor. Nossos pais que levaram porrada nas revoluções de 68, eles que inventaram o Rock, etc.
Somos uns mimados, isso sim.
E se eles têm boas aposentadorias, quando estamos sem dinheiro e sem emprego continuamos a morar na casa deles. Eles nos acolhem sem exigir nada em troca.

Antônio Viana-Ceará disse...

"Para homens e mulheres uma tanga bastaria, aqui nos trópicos, e apenas por questões de higiene"

Acho que um sutiã também seria importante, pra mulhegada não ficar com um umbigo entre os seios...

Anônimo disse...

se for citar stuart mill cite direito. ele disse que uma pessoa só pode ser PUNIDA por uma ação que prejudicou alguém (terceiros).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...